topo
Atibaia/SP
RSS  Twitter  Facebook 

Grupo JC
Acesse também:
Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
Aumentar fonte Diminuir fonte Imprimir
0
CompartilharTwitter Facebook Orkut
03/05/2013 às 13:17

Problema da falta de vagas em creches persiste em Atibaia

Prefeito Saulo Pedroso prevê a construção de mais creches comunitárias na cidade

 

Um dos maiores problemas que assombram Atibaia é a falta de vagas em creches. Apesar de ser uma questão antiga na cidade, o empecilho ainda persiste mesmo após a mudança de gestão. Diariamente, várias mães se desesperam em busca de uma vaga para seu filho, mas na maior parte das vezes o que encontram é uma fila de espera.

 

Este é o caso de Silvana Eufrásio Fernandes, que busca uma vaga para seu filho caçula de um ano e cinco meses, desde que o pequeno nasceu. Em entrevista ao Jornal da Cidade, Silvana confirmou o desâmino e afirmou que seu filho Bruno é o número 140 na lista de espera da Creche Municipal Irene Janussi, localizada no Centro. “No dia em que me falaram que 139 crianças estavam na frente do meu filho, eu passei mal e tive que ser socorrida dentro da creche”, lamentou a mãe, que hoje paga, com muito esforço, uma escola particular para o filho.

 

Infelizmente, este não é um problema somente da Creche Municipal Irene Janussi, mas de todas as creches de Atibaia. Silvana contou ao JC que o nome de seu filho também está na lista de espera da Creche Municipal Rita Denig, no bairro CTB, onde é o número 46 da lista. “Nesta creche chegaram a me dizer que eu só teria vaga para o Bruno em 2014”, afirmou Silvana.

 

Em setembro do ano passado, a antiga gestão teve que pagar uma multa de R$ 63,2 mil ao Ministério Público, em razão do descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que a Prefeitura havia se comprometido a eliminar a fila de espera por vagas em creches municipais do Ensino Infantil até o início do ano de 2012. Na época, a Promotoria de Justiça da Infância e Juventude apurou que em abril de 2010, 565 crianças estavam na fila de espera de creches municipais na cidade.

 

Durante a coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, dia 02, o Jornal da Cidade questionou o prefeito Saulo Pedroso sobre o assunto. Saulo afirmou que o repasse às creches comunitárias aumentou 15%, fazendo com que 45 crianças saíssem da lista de espera. “Este foi o maior aumento já realizado desde 2002, mas sabemos que muito ainda tem que ser feito”, confessou o prefeito.

 

Sobre as mudanças, Saulo garantiu a construção de mais creches comunitárias. “Além de outras, esta gestão pretende criar uma creche escola na região das casas populares, uma no Jardim Paraíso, uma no Bairro do Tanque e uma logo na entrada do Bairro do Portão, onde já se encontra uma unidade de saúde”, disse o prefeito.

 

A secretária de Educação, Márcia Bernardes, afirmou que a Creche Municipal do Complexo do Flamenguinho, localizada no Jardim Alvinópolis, tem data de inauguração prevista para junho deste ano, e terá vagas para 52 crianças.

 

Para o prefeito, a inauguração antecipada do Complexo do Flamenguinho pela gestão anterior, apenas criou expectativas na população. “O local foi inaugurado com apenas 60% das obras prontas. Faltavam janelas, portas e acabamento no interior dos prédios”, afirmou.

 


Flávia Helena

 

JC Atibaia
Seja o primeiro a comentar!
Veja mais sobre Educação [+ notícias]
Publicidade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rodapé