topo
Atibaia/SP
RSS  Twitter  Facebook 

Grupo JC
Acesse tambm:
Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
Aumentar fonte Diminuir fonte Imprimir
0
CompartilharTwitter Facebook Orkut
10/07/2018 s 13:53

Panorama Poltico

CHAPÃO I

O chapão do atual governador Marcio França envolve PSB, PCdoB, PTB, PSC e PPS por enquanto. Tudo isso na coligação proporcional para deputado. O chapão ainda pode receber outras siglas como o PV. Neste cenário estamos falando ai de pelo menos 100 mil votos para deputado federal e 80 para estadual. Isso para entrar na brincadeira. Jeferson Campos  - que estava no PSD (161.790), Keiko Ota (102.963), Luiz Lauro Filho (105.247).


CHAPÃO II

Aí vamos aos demais partidos da coligação. O PSC entra no chapão para eleger Gilberto Nascimento que obteve 120.044 mil votos na última eleição e é o nome forte do PSC que perdeu Eduardo Bolsonaro e Marco Feliciano. O PTB vem com Arnaldo Faria de Sá com 112.940 mil e Nelson Marquezeli com outros 112.711 mil votos. O PPS descarrega nomes de peso como Alex Manente com 164.760 mil e Arnaldo Jardim 155.278. O PCdoB chega descarregando tudo em Orlando Silva que batei 90.641. Nesta conta simples estamos falando apenas dos deputados com mandato deste chapão. Não levando em consideração novos nome e também outros que podem crescer na votação. A briga será para cachorro grande!


AJUSTE

Os ajustes dão conta que os maiores favorecidos neste pleito serão os pequenos partidos, pequenos mesmo. Com a reforma eleitoral, o cálculo do cociente eleitoral mudou e agora na primeira volta, pega os partidos que chegaram perto do cociente. Pode colocar na conta pelos menos três deputados federais e outros três estaduais eleitos pelos minúsculos. Serão pessoas que estão na hora certa e no lugar certo.


COVAS

Subindo barbaridade nas pesquisas, o vereador Mario Covas [ex-PSDB no PODEMOS] segue em campanha ao Senado por todo o Interior, litoral e Grande SP. Ainda assim, sendo filho de quem é, não se furtará a atender convocação do governador França [dono do PSB paulista] pra ser vice na chapa.


A S S E M B L E I A 

Candidato a deputado federal, o ex-presidente, membro do Ministério Público (SP), professor e autor de livros consagrados de Direito, tá literalmente vomitando [e não é laranjada] na cara daqueles que apostaram no seu fim político, após as denúncias do caso merenda escolar. Capez renasceu.


G O V E R N O 

Advogado, amigo e irmão do governador Marcio França [dono do PSB paulista], Cláudio Valverde tá deixando a Casa Civil pra coordenar a campanha por reeleição do literalmente dono do PSB paulista. Seja quem for que substituir Valverde, cumprirá a missão de seguir realizando o que ele deixou.


C O N G R E S S O

Embora vá rolar aumento das bancadas de representantes das igrejas protestantes [hoje chamadas evangélicas] pra Câmara Federal, uma coisa tá rolando diferentemente do que rolava. O presidente licenciado Marcos Pereira (PRB) vai ter votos até de ex-adversários, além da sua IURD de Macedo.


P A R T I D O S

Dono licenciado da FIESP, Skaf (MDB) candidato pela 3ª vez [1ª foi pelo PSB] ao governo (SP) segue mandando ver na publicidade tanto do SESI como do SENAI, enquanto pré-campanha explícita da sua candidatura. Quanto isto influencia em rádio, tv e impressos nas pesquisas como 2º mais citado?


P O L Í T I C O S

Conforme antecipamos, o ex-governador Alckmin [sócio preferencial do PSDB] começa a ter a convergência de tucanos muito mais emplumados que ele. Além do ex-Presidente FHC, Aloysio e Serra entenderam que se tomar uma 2ª derrota [como a 1ª em 2006] acaba o jogo pros 2 senadores.


H I S T Ó R I A S

Quem tá saindo candidato pela 1ª vez à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil [São Paulo] é o consagrado criminalista Roberto Parentoni. Desde 1991 sua banca faz alta advocacia criminal e penal empresarial. Parentoni presidiu por 2 gestões o Instituto Brasileiro do Direito de Defesa.


PERGUNTA

A pergunta que tá literalmente no ar – rádio e tv Bandeirantes – é a seguinte: quem da família Saad pode ser 1º suplente na campanha ao Senado do comunicador Datena (DEM ex-PFL)? Embora ninguém diga nada, pode ser até mesmo o resgate do ‘adhemarismo’.


RECADO

Quem ainda não estudou e reestudou as lógicas regionais e estaduais, não compreendeu os números das urnas desde 1989 [volta das diretas à Presidência] e ao Senado, Câmara Federal, Assembleias e governos desde 1990. Isso não é pra amadores.


PESQUISA

Quem já pinta com cerca de 15% nas intenções de votos ao Senado é o vereador Mario Covas (ex-PSDB no PODE). O filho do falecido [2001] governador paulista enfrenta o colega Suplicy (PT), a senadora Marta (ex-PT no MDB) e o comunicador Datena (DEM ex-PFL).


SENADO I

Filho do ex-presidente e atual deputado federal Macris (PSDB) e 2º mais jovem presidente da história, o deputado Cauê segue trabalhando pra ser um dos candidatos [pela 1ª vez] ao Senado na chapa do ex-prefeito paulistano Doria (PSDB), agora candidato ao governo paulista.

SENADO II

Ex-deputado e ex-presidente na Assembleia (SP), o deputado federal Trípoli (PSDB) segue trabalhando pra ser candidato ao Senado. A pretensão começou ainda em 2016, quando apoiou o colega Bruno Covas pra ser vice na candidatura Doria (PSDB) à prefeitura paulistana.


FATURA

França [dono do PSB – SP] pode ter dificuldades após o dia 7, caso não consiga governar; formar ‘seu’ governo e fazer campanha. Isso, porque alguns dirigentes partidários que ainda estão com ele cobram faturas de cargos nas regiões que seguem com o PSDB em todo o Estado.


J U S T I Ç A S

No Supremo, cada um dos 11 ‘supremos’ vão politizando, convencendo e entendendo nos casos em julgamento, com a subjetividade que vai nos habitando do nascendo ao morrendo. E é ela que domina e forma as ‘éticas’ num colegiado que vai julgando e agora sendo julgado.


PUXADAS

No PSDB, além de já depender da puxada do filho político Doria (PSDB) no Estado de São Paulo, agora o ex-governador Alckmin tá na dependência de que o ex-Presidente FHC consiga trazer os demais candidatos de partidos “de centro” já neste 1º turno. Missão quase impossível …

Seja o primeiro a comentar!
Veja mais sobre Panorama Poltico [+ notcias]
Publicidade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rodapé