topo
Atibaia/SP
RSS  Twitter  Facebook 

Grupo JC
Acesse também:
Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
Aumentar fonte Diminuir fonte Imprimir
0
CompartilharTwitter Facebook Orkut
08/05/2018 às 09:49

EXCLUSIVO

Emil será o estadual de Saulo em dobrada com Santiago

 

O JC obteve com exclusividade os últimos ajustes da política local e o início de um processo que já apresenta sinais visionários para 2020. Quem acreditava que o silêncio do prefeito Saulo, era sinal de liberação de seu grupo político, pode observar que Saulo costurou nos bastidores para ter uma candidatura a deputado estadual e federal dentro de seu grupo político original.

O vice-prefeito Emil Ono do PROS é o nome escolhido para encabeçar uma disputa como candidato a deputado estadual, dobrando com Roberto Santiago em uma dobrada natural da cidade e que poderá ter como apelo o voto útil em favor de Atibaia. 

O cenário aponta que uma movimentação neste sentido, já sinaliza que Emil se transforma no candidato natural de Saulo a sucessão em 2020, pois caso não seja eleito deputado estadual, já trará consigo um recall de votos que pode chegar a casa dos 15 a 20 mil votos na cidade e assim estar mais presente no imaginário do eleitor, do que o candidato que tenha pulado esta eleição.

A estratégia também visa impedir o crescimento de outra força política que possa representar risco para 2020 como um nove novo posto ao eleitorado.

Com uma candidatura bem trabalhada e tendo como base sua baixíssima rejeição, a candidatura de Emil também serve para minar a votação de possíveis adversários que também se coloquem na disputa e ao terem votação pífia em outubro, se queimam com o eleitorado.

Em 2014 o grande erro de Roberto Santiago foi não ter abraçado uma candidatura local para deputado estadual. Por mais que tenha ajudado muito Atibaia, Santiago ainda é visto por parte do eleitorado como alguém de fora da cidade, que chegou na primeira eleição quando dobrou com o então deputado Tiãozinho da Farmácia e quatro anos depois, com Beto Tricoli, ambos do PV.

Nas últimas eleições estaduais Beto Tricoli obteve 12.905 na cidade, Edmir Chedid 13.424 e Rodrigo Parras 9.464. Foram os mais votados e não teve uma candidatura oficial do governo.

Em buscas destes votos que a eleição de Emil servirá também como atrativo para que o eleitor vote casado e assim a transferência seja maior que os 13.820 votos obtido em 2014 mesmo com o apoio oficial. A expectativa é que Santiago ultrapasse a marca dos 20 mil votos na cidade.

A questão agora é como ficará a situação política após outubro, uma vez que o deputado estadual Edmir Chedid não estará na dobrada oficial do governo e disputará votos com Emil. 

JC Atibaia
Seja o primeiro a comentar!
Veja mais sobre Política [+ notícias]
Publicidade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rodapé