topo
Atibaia/SP
RSS  Twitter  Facebook 

Grupo JC
Acesse também:
Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
Aumentar fonte Diminuir fonte Imprimir
0
CompartilharTwitter Facebook Orkut
27/05/2013 às 08:47

Atibaia confirma primeira morte por gripe A H1N1

Até o momento 15 casos foram notificados no munícipio; cinco foram positivos para H1N1. Campanha de vacinação segue até 28 de maio.

O Departamento de Vigilância em Saúde confirmou a primeira morte por gripe A H1N1 em Atibaia. A paciente foi a óbito no dia 13, mas estava doente havia 15 dias. Outra morte também foi confirmada no município, mas a vítima era de Joanópolis e estava internada em Atibaia.

 

Até o momento Atibaia notificou 15 casos suspeitos de gripe A H1N1, mas apenas cinco foram positivos, sendo três em moradores de Atibaia e dois casos em moradores de Joanópolis, que foram internados em hospitais do município. Seis casos foram negativos e quatro aguardam resultados.

 

Comparado aos anos anteriores, os dados preocupam, pois, em 2011, houve 31 suspeitos e, no ano passado, 17, mas nenhum caso foi confirmado.

 

Vacinação

 

A prevenção contra a gripe A H1N1 é feita por meio de vacinação, que começou no dia 15 de abril e segue até terça-feira, dia 28 de maio. A vacina está disponível para os grupos de risco em todas as Unidades Básicas de Saúde de Atibaia, que tenham sala de vacinação, das 8h30 às 15h30.

 

A campanha visa atender idosos, crianças de 6 meses a 2 anos, gestantes, puérperas (que deram à luz há até 45 dias), indígenas, profissionais de saúde e doentes crônicos. Dentre estes grupos, o mais satisfatório foi, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, os trabalhadores da saúde.

 

A meta inicial era chegar a 95% em cada grupo, somente os profissionais de saúde superaram esse percentual. Até quinta-feira, dia 23, a campanha alcançou 102,74% trabalhadores da saúde, o equivalente a 2.433 doses; 90,27% puérperas (204 doses); 89,88% crianças de 6 meses a 2 anos (2.477 crianças); 78,24% pessoas acima de 60 anos (12.866 doses); 77,72% gestantes (1.071 doses). Além disso, foram vacinadas 4.043 pessoas com doenças crônicas.

 

A Secretaria Municipal de Saúde informou que as crianças que tomaram a primeira dose este ano devem comparecer à Unidade Básica de Saúde nos próximos dias para receber a segunda dose da vacina. Somente assim elas estarão protegidas.

 

Vale lembrar que, em virtude da grande procura, os hospitais particulares de Atibaia estão com a vacina em falta.

 

Neste ano, segundo o Ministério da Saúde, foram distribuídas 43 milhões de doses da vacina, que protegem contra três subtipos do vírus influenza: A (H1N1) – conhecido popularmente como gripe suína –, A (H3N2) e B. Estes são os subtipos que mais circularam no inverno passado.

 

O objetivo é vacinar cerca de 32 milhões de pessoas pertencentes ao público-alvo. Em 2012, 26 milhões de pessoas foram imunizadas, o que representou 86,3% do público previsto no ano passado.

 

Sintomas

 

Os sintomas da gripe A H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes: febre alta, dor muscular, dor de cabeça, dor de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e falta de apetite. Também podem ocorrer vômitos e diarreia. Se além desse quadro houver falta de ar, com dificuldade respiratória, o doente precisa ser cuidado em hospital.

 

Recomendações

 

A Secretaria Municipal de Saúde informa que medidas simples podem diminuir expressivamente as chances de contágio da doença, principalmente no início do inverno - momento em que aumentam as doenças de transmissão respiratória.

 

 

Devem ser adotadas as seguintes medidas preventivas: Higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar; Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies utilizadas por diversas pessoas, como corrimãos, bancos, maçanetas; Evitar proteger a tosse e o espirro com as mãos, e utilizar, preferencialmente, lenço de papel descartável; Crianças de 6 meses a 2 anos, pessoas com mais de 60 anos, gestantes, puérperas e portadores de doenças crônicas debilitantes (câncer, HIV/Aids, entre outras), ao apresentarem os sintomas de gripe devem procurar assistência médica; Pessoas com sinais gripais devem evitar aglomerações de pessoas, mantendo-se em isolamento domiciliar.

 


JC Atibaia
Seja o primeiro a comentar!
Veja mais sobre Saúde [+ notícias]
Publicidade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rodapé